sábado, dezembro 29, 2007

Dito e feito ...

Estava nos planos que ainda antes de acabar o ano, uma das nocturnas seria ir virar à Torre. Sim, aquele local feio, imundo, cheio de ferros e mamarrachos por tudo quanto é canto.

A noite, foi a de ontem! O Koelhone apareceu na Covilhã e às 20:00 estávamos a arrancar.

Engane-se quem pensar que o que custou foi subir, pois o doloroso foi descer de novo para a Cova da Beira.

Lá deixámos as marcas dos pneus na neve, tirámos uma fotografia e ... tá feito!

Temos de agradecer ao Pedro Sousa que nos foi buscar o jantar e quando chegámos a casa, estava ele a ligar-nos a perguntar se já queríamos comer. Thanks! Muchas gracias, ma man ....

Consegue-se ver o marco geodésico?

3 comentários:

samuel disse...

mais uma vez parabens pelo blog,o qual acompanho com muito gosto. e quanto a essa subida vale bem a pena,e a hora escolhida é certamente a mais indicada para se puder disfrutar da serra tive o gosto de me cruzar com voces e acompanhar um pouco dessa vossa subida ( embora pouco, estava a trabalhar ) e tive o seguinte comentario " subir não custa, custa é o frio que se apanha a descer..." mais uma vez parabens não só por este post mas por todo o blog. espero que este continue com o mesmo nivel que nos tem habituado e muitas e longas pedalas se possivel pela " nossa serra "

Tiaguss disse...

Olá Samuel,

Obrigado pelo elogio. Fico contente por saber que há quem goste, de de vez em quando, dar aqui uma espreitadela.
Foi bem verdade o que disseste, a descida foi bem dolorosa. Não foi surpresa nenhuma, mas vale sempre a pena ... e mesmo assim apanhamos uma noite muito boa.
Diz qualquer coisa quando nos voltarmos a cruzar por aí.

Um abraço

Antonio Rebordao disse...

Olá Tiago,

Continua assim. Dinâmico e em movimento.

Abraços do TR